Muito além do tricô

Depois de conhecerem o universo on-line, idosos podem recorrer a atividades diferenciadas para sair da rotina

Walter Periotto

04/10/2018 às 18h57 - quinta-feira | Atualizado em 05/10/2018 às 19h09

shutterstock.com

Engana-se quem pensa que a velhice se resume ao isolamento do restante do mundo e à espera da hora de partir deste plano. Isso porque, primeiro, a morte não acaba com a nossa existência, visto que esta é eterna. Segundo, porque, conforme ensina o diretor-presidente da Legião da Boa Vontade, José de Paiva Netto, “O bom gosto da vida é o aprendizado infinito”. Seja na Terra, seja na Pátria Espiritual — denominada por muitos de “Outro Lado” —, seguimos sempre descobrindo coisas novas e ampliando os saberes adquiridos.

Daniel Trevisan

Walter Periotto é jornalista. Foi representante da LBV dos Estados Unidos da América na década de 1980.

Quantas atividades podem ser realizadas na terceira idade!: Fazer artesanato, cuidar do jardim de casa, escrever livros, cursar alguma graduação, engajar-se numa causa humanitária... Ou até mesmo, utilizar novas tecnologias...! Duvida? A japonesa Masako Wakamiya, de 82 anos, é prova de que isso é possível. Em 2017, ela aprendeu a programar e criou o próprio aplicativo. Trata-se de um jogo chamado Hinadan, disponível para dispositivos móveis que utilizam o sistema operacional iOS. Desde que foi criado, o software teve 53 mil downloads e ainda pode ganhar versões em inglês, chinês e francês!

Não à toa, Masako foi nomeada pelo governo do Japão para participar de um comitê especial sobre envelhecimento. Ainda, em 2 de fevereiro de 2018, foi a principal oradora do encontro intitulado “Por que as habilidades digitais são críticas para os idosos?”, promovido pela Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, nos Estados Unidos.

Na ocasião, a programadora afirmou que “as habilidades digitais podem ser eficazes para os idosos se sentirem empoderados e no controle da própria vida. Elas ajudam no relacionamento com nossas famílias, nossas comunidades... Também ajudam os idosos a socializar, a aliviar a dor de estarem sozinhos e a ser criativos”.

Portanto, é muito oportuno sugerir aqui, prezado(a) leitor(a), algumas atividades digitais simples, que podem ser feitas no computador, no smartphone ou no tablet. Veja-as a seguir.

1ª) Realizar videochamadas para comunicar-se com entes queridos que estão distantes é uma ótima maneira de matar a saudade.

2ª) Criar perfil em alguma rede social favorecerá o cultivo de amizades, até mesmo com pessoas com quem há tempos não mantém contato. Muitos acabam reencontrando amigos do passado nessas plataformas, as quais servem ainda para expressar pensamentos, sentimentos e opiniões e acompanhar notícias do mundo todo.

3ª) Que tal registrar histórias e experiências vividas? Utilizando um programa ou aplicativo de processamento de texto, como o Word, você poderá escrever sobre suas aventuras quando jovem, as situações difíceis que enfrentou e os momentos em que mais se sentiu feliz. Vale a pena, até mesmo, ler esses relatos a seus netos ou a integrantes mais novos da família, criando, assim, instantes agradáveis de interação e de troca de conhecimentos.

4ª) Movimentar o corpo é fundamental para manter a saúde em dia — e isso em qualquer idade. Se você não tem ideia de quais atividades realizar, saiba que na plataforma YouTube há milhares de vídeos nos quais especialistas ensinam exercícios físicos adequados à sua faixa etária. De preferência, esteja sempre acompanhado ao praticá-los.

5ª) Com a idade mais avançada, é normal que a memória comece a ficar prejudicada. Entretanto, não se pode deixar de tomar os medicamentos na hora e na quantidade certas. O aplicativo Caixa de Remédios fornece lembretes para que você trate de sua saúde com todo o zelo possível. É gratuito e está disponível para dispositivos com sistema operacional Android e iOS.

6ª) Cuidar do Espírito é necessidade permanente. Às vezes, podemos sentir-nos desanimados diante de desafios que aparecem em nossa existência, como momentos de solidão ou o surgimento de alguma doença no organismo. Todavia, temos a oração como recurso para fortalecer nosso equilíbrio interior e, assim, superar as dificuldades. No aplicativo Boa Vontade Play é possível encontrar uma seleção ecumênica de lindas preces. Seja qual for a crença que você professe, aproveite esse conteúdo, que contribuirá muito para seu bem-estar. O aplicativo é gratuito e está disponível na App Store e no Google Play.

Se precisar de apoio para realizar essas ações, conte com os familiares mais habituados aos dispositivos. Com paciência e empenho, você logo poderá desfrutar dos benefícios dessas tecnologias. É importante salientar que algumas medidas de segurança na internet são indispensáveis, entre estas acessar apenas sites confiáveis, ter um bom antivírus instalado no aparelho, não divulgar senhas a quem quer que seja e não adicionar estranhos a suas redes sociais.
____________________________________________________
Este conteúdo consta na revista BOA VONTADE nº 246, de outubro de 2018. Para obter seu exemplar digital, baixe o aplicativo BOA VONTADE Magazine, disponível gratuitamente na Google Play e na App Store.