Outono chegou: veja dicas para evitar problemas respiratórios

Janine Martins

26/03/2015 às 22h46 - quinta-feira | Atualizado em 22/09/2016 às 16h04

Shutterstock

Começou o outono. O clima mais frio e seco da estação é apreciado por muitas pessoas, que tiram os casacos do armário e aproveitam as delícias culinárias desta época. Mas o período também é prejudicial para outras, em especial os alérgicos. O clima seco acaba aumentando em até 40% o índice de doenças respiratórias, assim como a quantidade de pessoas que precisam buscar auxílio médico.

Nos centros urbanos e nas cidades com indústrias, a sujeira que paira no ar acaba sendo um agravante. “A poluição é um problema muito sério, porque quando não tem chuva, você acaba não tendo aquela limpeza do ar, então os índices de poluição aumentam muito”, explica o  otorrinolaringologista Fabrízio Romano, formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

A má notícia é que não tem muito que a gente possa fazer para melhorar a qualidade do ar que respiramos neste período. A boa é que dá para cuidar das nossas narinas de uma forma simples: lavando o nariz com soro fisiológico. “Sempre lavar o interior do nariz com soro fisiológico, isso ajuda a gente limpando esses restos de poluentes que vão se acumulando no nariz ao longo do dia”.

O tempo seco prejudica nossa respiração, irritando a mucosa nasal e agravando os sintomas de alergias, em especial a rinite. A função da primeira peça do nosso sistema respiratório: a de impedir a entrada de sujeiras logo no nariz, acaba sendo prejudicada. “Nessa época de tempo seco, esse muco acaba ressecando, forma casquinhas, aquela crosta, e aí o ar acaba não vindo filtrado de uma forma adequada”.

Rinite, gripe ou resfriado?

Diferenciar os sintomas é bem difícil, já que os três acabam nos deixando de nariz entupido e/ou escorrendo e espirrando. Para o otorrino Fabrízio Romano, estar atento se há outros sintomas pode ajudar a perceber a diferença: “Nos casos de gripe e resfriado, normalmente, dá também dor de garganta, febre, aquela sensação de mal estar, e isso normalmente na rinite não aparece”. Caso seja rinite, é importante saber que há tratamento e busca-lo com um especialista.

Dicas

Se você é alérgico ou tem alguém em casa que sempre tem crises neste período, o especialista dá algumas dicas simples que ajudam, e muito, a evitar crises:

— Manter o ambiente limpo e livre de poeiras;
— Evitar o uso de tapetes, carpetes e cortinas
— Lavar as roupas de inverno antes da chegada do frio;
— Evitar ter animais dentro de casa: o pelo deles pode ser muito prejudicial.