Apoio psicológico é um aliado ao tratamento do câncer de mama

É fundamental que as pacientes sejam acompanhadas por profissionais para que restabeleçam sua confiança e otimizem esse processo.

Karine Salles

01/10/2015 às 15h56 - quinta-feira | Atualizado em 22/09/2016 às 16h02

Quando uma mulher é diagnosticada com câncer de mama fica vulnerável a uma série de medos, angústias e inseguranças que podem influenciar negativamente sua recuperação. Por isso, o apoio psicológico é fundamental para o tratamento, já que o especialista atua no amparo emocional e no resgate da autoestima, tão fragilizada neste momento.

Segundo o cirurgião-oncológico Danilo Vendrame Vivas, há alguns anos, as cirurgias do câncer de mama eram muito agressivas, a retirada completa das mamas era feita independente do tamanho do tumor. O procedimento deixava uma grande cicatriz no corpo das pacientes, o que acabava as afastando do tratamento.

“Felizmente, com o avanço dos estudos e tecnologias, foi provado que para a grande maioria dos casos, conseguimos fazer o tratamento conservador, que é retirar uma parte da mama preservando sua maioria”, destacou ao Portal Boa Vontade o especialista.

Quimioterapia, radioterapia e mastectomia são alguns procedimentos que fazem parte do tratamento do câncer de mama. E essas intervenções desestabilizam a mulher pela forma como são feitas. Para a psicóloga Sara Santos, “uma das formas de ajudar é não desanimar a paciente, não deixar com que o tratamento a abale. Mostrar que, apesar de tudo, uma seção de quimioterapia, por exemplo, é uma aliada. Esse pensamento pode mudar a forma como ela encara o problema”.

Além disso, o trabalho psicológico também ajuda a paciente a enfrentar - e vencer - os sintomas depressivos. “Dentro do acompanhamento psicológico existe um espaço de escuta, onde ela pode falar o que pensa, o que sente. Procuramos oferecer um espaço agradável para que ela se sinta bem e expresse os seus sentimentos. A partir daí, podemos orientar no que for preciso”, explicou a psicóloga Sara Santos.

Portal Boa Vontade dedica a você, que pensa em desanimar ou nem iniciar o tratamento pelos medos e angústias, esse pensamento encorajador de Paiva Netto: “Nunca se soube que Jesus jamais deixasse de responder ao apelo de uma Alma sentida”. Aos familiares e amigos, lembramos o quanto o apoio de vocês é fundamental neste momento desafiador, que pode - e vai - ser vencido. =)