Painel da ONU endossa importância de frear aquecimento global

Nós já trouxemos aqui algumas práticas que contribuem para a redução de gases na atmosfera e para a diminuição de lixo nos mares, entre outras ações.

Gabriele de Barros

09/10/2018 às 14h10 - terça-feira | Atualizado em 10/10/2018 às 14h19

É fato que, ao longo dos últimos anos, a temperatura média do planeta vem aumentando progressivamente e isso ocorre, principalmente, por conta do aquecimento global. Uma consequência das ações impensadas e não sustentáveis dos seres humanos, que geram a intensificação do efeito estufa — fenômeno natural responsável pela manutenção do calor na Terra — e posteriormente o problema climático que afeta todo o globo.

Nós, do Portal Boa Vontade, já apresentamos algumas práticas que contribuem para a redução de gases na atmosfera e para a diminuição de lixo nos mares, entre outras ações sustentáveis, que ajudar a frear o aquecimento global. Olhe só:

+ 5 maneiras de combater a poluição do ar
Compostagem: o que é, como funciona e como fazer
+ [INFOGRÁFICO] 13 motivos para cuidar do planeta
Poluição da Água: como a Acidificação prejudica os Oceanos?
+ Reciclagem: solução eficaz para combater a poluição do solo
+ Poluição sonora — Dá para mudar, mesmo vivendo em grandes cidades?

shutterstock

Ainda sobre o meio ambiente e as consequências das ações humanas nele, no artigo “Conscientização hoje...”, do diretor-presidente da LBV, o jornalista, radialista e escritor José de Paiva Netto, o autor enfatiza: “Pode ser chocante, mas os filhos da atual geração e, posteriormente, seus netos pedem socorro aos que hoje gastam, de maneira condenável, aquilo que o planeta lhes oferece”.

Se cada um fizer a sua parte, podemos garantir um mundo melhor para as gerações que estão por vir. Faça da sustentabilidade mais que um termo! ;)

DADOS PREOCUPANTES

Centenas de cientistas e representantes governamentais analisaram, recentemente, em Incheon, na Coreia do Sul, milhares de informações para demonstrar o que pode acontecer com o planeta e com toda a população diante do aumento de temperatura no globo em apenas meio grau.

A situação é séria, gente.

Shutterstock

Os dados, divulgados em um relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), das Nações Unidas, mostram que vários impactos climáticos podem ser evitados se o aquecimento global for limitado em 1,5°C. Caso contrário, as consequências serão "duradouras ou irreversíveis."

Segundo o documento, limitar a temperatura global em 1,5º C manteria, até 2100, a elevação do nível do mar em todo o mundo 10 cm menor do que com uma meta de 2ºC, diminuindo as enchentes e reduzindo a perda e extinção de espécies e o impacto sobre ecossistemas terrestres, litorâneos e de água doce.

Diante disso, o relatório do IPCC pede uma “mudanças de longo alcance e sem precedentes” no comportamento humano, sugerindo grandes modificações no uso de terra e energia, na indústria, no setor de construção e de transporte em todos os lugares. As emissões globais de dióxido de carbono precisariam cair 45% até 2030, e atingir o equilíbrio entre omissões e compensações por volta de 2050.

A pouca preocupação em garantir a existência dos recursos e do meio ambiente para as gerações futuras, achando que a natureza é infinita e que não importam os danos causados a ela, são equívocos cometidos com muita frequência. Toda ação tem uma reação, e a consequência das atitudes do homem estão afetando a sua própria condição de vida.

______________________________________________________________________________
* Com informações dos sites Nações Unidas.