Outubro Rosa chama atenção para o diagnóstico precoce do câncer de mama

Da redação

01/10/2018 às 08h27 - segunda-feira | Atualizado em 01/10/2018 às 18h41

Começou nesta segunda-feira, 1º, a campanha OUTUBRO ROSA, que visa mobilizar a sociedade para a importância do exame preventivo de câncer de mama. Durante todo o mês, prédios e monumentos públicos serão iluminados com a cor rosa.

O Templo da Boa Vontade (TBV), uma das Sete Maravilhas de Brasília, DF, e as Unidades Educacionais da Legião da Boa Vontade nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo, aderiram novamente à campanha, recebendo, a partir deste dia, uma iluminação especial.

Vale destacar que o TBV promoverá também, todos os dias, às 18 horas, uma corrente ecumênica de preces, em súplica pela saúde das pessoas que sofrem com a enfermidade. Durante o mês de conscientização, palestras de esclarecimento e prevenção sobre o tema serão ministradas para todo público feminino e famílias interessadas.

José Gonçalo
O Templo da Boa Vontade também ganha iluminação especial na cor rosa, em adesão à campanha “Outubro Rosa”, iniciativa internacional para alertar a população a respeito da doença.

O câncer da mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo, respondendo a cerca de 25% dos casos novos a cada ano. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2018, são esperados 59.700 casos novos da doença no Brasil. Apesar de mais raros, o câncer de mama também acomete homens. Quando descoberto no início, a chance de cura chega a 95%.

O rosa simboliza o alerta às mulheres para que façam o autoexame e, a partir dos 50 anos, a mamografia, diminuindo os riscos que aparecem nesta faixa etária.

O movimento teve início em 1990, durante a primeira Corrida pela Cura em Nova York. Em 1997, entidades de outros municípios dos Estados Unidos começaram a promover ações voltadas ao diagnóstico e à prevenção da doença. O mês de outubro foi escolhido como marco para as atividades.