Espetáculo Música Legionária aborda a eternidade da vida

Da redação

19/10/2018 às 09h50 - sexta-feira | Atualizado em 23/10/2018 às 13h26

O tradicional Espetáculo Música Legionária, apresentado nesta sexta-feira, 19, em duas sessões (às 15h e às 19 horas), abordou, na edição deste ano, o tema "Os mortos não morrem!”, tese do jornalista e escritor José de Paiva Netto, fundador do Templo da Boa Vontade (TBV), a respeito da imortalidade da vida.

O evento integra a programação das comemorações dos 29 anos da Pirâmide da Paz (como também é conhecido o monumento), localizado em Brasília, DF — as quais estão ocorrendo durante o mês de outubro.

O espetáculo evidenciou a relação espiritual do ser humano com a existência material e com a vida que há depois dela. Este entendimento permeou diversas sociedades desde a origem dos povos, inspirando cerimônias e rituais que reconheciam e reverenciavam a continuidade da vida, o que conferiu outro sentido a ela. No entanto, em várias situações, esse assunto também suscitou medo e inquietação por conta do desconhecimento do que existe do Outro Lado.

Vivian R. Ferreira

A criançada soltou a voz e alegrou o público ao entoar a canção “Como é bom saber”, de autoria de Marlene Pereira. =D

Tendo em vista esse percurso, o evento ainda exaltou o respeito e a preservação da vida humana, mesmo diante das maiores dores e dificuldades. Essa abordagem visa apresentar formas de lidar com os desafios sem desespero, sem receio do sofrimento, para que, recebendo apoio e conforto espiritual, os seres humanos não vejam o suicídio como uma opção no momento da Dor.

Vivian R. Ferreira

A faixa seguinte, o soneto “Amigos”, também escrito por Paiva Netto, exalta o congraçamento entre Céu e Terra num “abraço universal”, como pontua o último verso da composição.

OUTUBRO NO TBV

O tradicional “Outubro no TBV” compõe-se de uma série de eventos, ao longo de todo esse mês, em celebração do aniversário do Templo da Boa Vontade, que foi inaugurado em 21 de outubro de 1989. Em 2018, o foco é o tema “Céu e Terra num só coração”. Além do Espetáculo Música Legionária, integram a programação deste ano exposições artísticas, apresentação de corais, palestras, reuniões de meditação, preces ecumênicas e outros acontecimentos.

Alexandre Rueda
Paiva Netto durante as comemorações dos 28 anos do TBV.

Um dos destaques é a sessão solene, sob o comando de Paiva Netto, neste sábado, 20, às 16 horas. Ele transmitirá sua mensagem fraterna e ecumênica a toda a humanidade, fará uma oração especial pela Paz no mundo e lançará o livro Os mortos não morrem.