Dr. Jair de Carvalho e Castro toma posse na Academia Nacional de Medicina

O otorrinolaringologista e professor da UFRJ foi eleito para a cadeira de número 68, na secção de cirurgia da ANM

Da redação

14/11/2022 às 13h42 - segunda-feira | Atualizado em 16/11/2022 às 15h16

CRISTINA GRANATO

Dr. Jair de Carvalho e Castro

O otorrinolaringologista Jair de Carvalho e Castro tomou posse na Academia Nacional de Medicina (ANM) nesta sexta-feira, 11, na sede da instituição. O médico assumiu a cadeira de número 68, na secção de cirurgia da ANM.

Em seu discurso de posse, o dr. Jair de Carvalho reforçou que a sua chegada pode representar um avanço nas discussões sobre a especialidade. Em sua candidatura, o médico apresentou a tese inédita sobre cirurgia da surdez, uma das áreas de atuação da otorrinolaringologia. "Estar aqui na academia abre uma janela de oportunidades para difusão de problemas especialmente da surdez, da fala, do equilíbrio, da respiração e do sono e nessa casa a gente pode criar fóruns de debate com os melhores médicos do país e isso transformar em informação para os alunos de medicina, para os médicos e para os governantes que podem tomar posturas de saúde como no caso da surdez, onde já temos um programa de reabilitação interessante, mas que pode melhorar".

À Super Rede Boa Vontade de Comunicação (Rádio, TV e Internet), o otorrinolaringologista descreveu sua emoção em fazer parte da ANM: "Pertencer ao quadro da Academia Nacional de Medicina é uma grande honra, pois aqui se já se prestou grandes serviços ao país, continua prestando e com certeza continuará prestando serviços, informações e suporte para a ciência brasileira, especialmente a ciência médica. Estou muito feliz de estar participando desse grupo. É uma alegria muito grande. A minha entrada aqui fecha um hiato de 30 anos sem especialista em otorrinolaringologia e nesses 30 anos a nossa especialidade teve um desenvolvimento fantástico em todos os setores". 

O Amigo de Boa Vontade ainda retribuiu o abraço do presidente da LBV: "Queria agradecer a presença de vocês aqui, agradecer a amizade que eu tenho com todo o pessoal da Boa Vontade. O Irmão Paiva é  uma pessoa que eu admiro. Eu agradeço muito e desejo a toda família da Boa Vontade que nós tenhamos um Natal de paz, de alegria, de felicidade, de irmandade”. 

A cerimônia foi acompanhada por amigos, familiares do dr. Jair de Carvalho e vários integrantes da Academia Nacional de Medicina entre eles a pneumologista e pesquisadora da Fiocruz dra. Margareth Dalcolmo e o epidemiologista e professor dr. Roberto de Andrade Medronho, que recentememte foram empossados na ANM. 

Reprodução BVTV

Dr. Roberto de Andrade Medronho

Para o dr. Medronho pertencer ao quadro da Academia Nacional de Medicina é “o auge da carreira de qualquer médico. É o coroamento de tudo o que nós fizemos em prol da medicina, da ciência e da saúde da população. É uma honra inenarrável, que nos dá mais força para continuarmos na luta por melhores condições de saúde para essa nossa população. A desigualdade social nesse país é a principal causadora dos graves problemas de saúde que nós temos”, afirmou em entrevista à Super Rede Boa Vontade de Comunicação. "Eu mando também um grande abraço ao nosso presidente Paiva Netto, que tanto faz pela população, especialmente dos mais desvalidos”. 
 

ASSISTA

 

JAIR DE CARVALHO E CASTRO

O dr. Jair de Carvalho e Castro é professor Adjunto do Departamento de Otorrino e Oftalmologia da Faculdade de Medicina da UFRJ, formado pela Escola de Ciências Médicas de Volta Redonda. Pós-graduado em Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço pela Medicina da Escola Paulista de Medicina, na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), e mestrado em Otorrinolaringologia pela UFRJ e doutorado em Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço na Unifesp.

A ACADEMIA

Desde a sua fundação, seus membros se reúnem toda quinta-feira, às 18 horas, para discutir assuntos médicos da atualidade, numa sessão aberta ao público. Esta reunião faz da Academia Nacional de Medicina a mais antiga e única entidade científica dedicada à saúde a reunir-se regular e ininterruptamente por tanto tempo.

A Academia também promove congressos nacionais e internacionais, cursos de extensão e atualização e, anualmente, durante a sessão de aniversário, distribui prêmios para médicos e pesquisadores não pertencentes aos seus quadros.