Devoção e Fé Realizante: 23 anos da colocação da escultura de Jesus, no Templo da Boa Vontade

A escultura foi inspiradamente posta, por ordem do fundador do TBV, ao lado da Fonte Sagrada do Templo da Boa Vontade.

Da redação

15/02/2019 às 11h09 - sexta-feira | Atualizado em 15/02/2019 às 14h23

Era fevereiro de 1996 e o presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, José Paiva Netto, logo ao chegar de viagem na capital brasileira teve a intuição de dirigir-se ao Templo da Boa Vontade, em Brasília. Foi o que ocorreu.

Vivian R. Ferreira
A Fonte Sagrada do Templo do Ecumenismo Divino é uma exaltação à Natureza e à água. Por isso, é um dos locais mais prestigiados pelos peregrinos. Ao centro, encontra-se uma escultura francesa do século 18, feita em bronze, que representa Jesus, o Cristo Ecumênico, abençoando os que ali passam.

No TBV, realizou uma vistoria minuciosa pelos ambientes do monumento, e vários jovens que lá se encontravam o acompanharam. Ao adentrar na Galeria de Arte, surpreendeu-se com uma magnífica escultura alocada em um dos pontos deste Espaço cultural; era uma expressão artística de Jesus, belíssima obra francesa do século 18, feita em bronze, com mais de 300 quilos; representação majestosa do Cristo Ecumênico, Divino Estadista, com a mão esquerda no peito e com a direita abençoando as pessoas.

Comovido, imediatamente determinou ao saudoso legionário da Boa Vontade Onivaldo Bosso (1957-1999) que providenciasse, ainda naquela madrugada de 16 de fevereiro, uma base alta e bem resistente, mesmo que provisória. A escultura foi inspiradamente posta, por ordem do fundador do TBV, ao lado da Fonte Sagrada do Templo da Boa Vontade. Paiva Netto ficou lá, a madrugada toda, em pé, e fez questão de contribuir , também, com os demais Irmãos presentes, no soerguimento da portentosa escultura. Em seguida, aproximou-se da estátua, e, sob a mão de Jesus, proferiu uma emocionante prece acompanhado por todos. Dias depois, uma outra base belamente trabalhada e definitiva substituiu a provisória.

João Periotto
Já é costume do peregrino tocar os pés ou se posicionar embaixo da mão direita da Estátua de Jesus, numa demonstração sincera de confiança no Amor Celeste.

O gesto espontâneo e comovente de Paiva Netto foi como que uma senha para a interminável peregrinação ao local. As multidões que visitam o Templo do Ecumenismo Divino repetem o mesmo ato de Fé Realizante e devoção.  O Povo não somente faz ali, diante da representação artística do Divino Mestre, suas orações como também beija os pés de Jesus e segura Sua mão esquerda (do lado do coração) para suplicar bênçãos espirituais e materiais.

Como na passagem do Evangelho do Cristo, segundo Lucas, 8:45, no qual é descrito o gesto da mulher hemorroíssa — que, ao tocar as vestes do Médico Celeste, recebe cura do mal que a atormentava —, milhares de peregrinos dirigem-se ao Templo da Boa Vontade, em atitude de profunda convicção, para reverenciar o Cristo de Deus.

Essas manifestações de intensa devoção vêm provocando um polimento mais acentuado na estátua, que, apesar do pouco tempo em exposição, já sinaliza uma mudança em sua forma de origem, perdendo um pouco da cor natural.

ESTATUETA

Adquira já seu exemplar da Estatueta de Jesus, o Cristo Ecumênico, o Divino Estadista, e tenha na sua casa a réplica desta escultura francesa do século 18 que representa o Protetor Celeste a amparar o seu lar. Na peça está grafado o pensamento "Nunca se soube que Jesus jamais deixasse de responder ao apelo de uma alma sentida", de autoria do escritor Paiva Netto. Disponível pelo Clube Cultura de Paz (www.clubeculturadepaz.com.br) ou pelo telefone 0300 10 07 940 (custo de ligação local + impostos).

CONHEÇA O TEMPLO DA BOA VONTADE

Receba a energia revitalizante do Templo da Paz, aclamado pelo povo uma das Sete Maravilhas de Brasília/DF. Peregrine o Templo da Boa Vontade, localizado no SGAS 915. Para outras informações, ligue (61) 3114-1070 ou acesse www.tbv.com.br (disponível em alemão, árabe, chinês, espanhol, esperanto, francês, inglês, italiano e português).