Mitos e verdades sobre o colesterol

Nathan Rodrigues

06/09/2017 às 13h49 - quarta-feira | Atualizado em 07/11/2017 às 10h33

O que você sabe sobre colesterol?

Antes de mais nada, amigos, é preciso fazer um importante esclarecimento: o colesterol não é necessariamente ruim. É uma gordura fundamental para o organismo. Presente no coração, cérebro, fígado, músculos, nervos e pele, compõe as membranas celulares, funciona como antioxidante e regenerador de tecidos, é base para síntese de bile, hormônios e vitamina D, entre outros benefícios.

O próprio corpo produz de 80 a 90% do colesterol, sabia?

Pesquisas recentes, aliás, mostraram que muitas informações que cercam o assunto são simplesmente boatos. E o Portal Boa Vontade, que sempre se preocupa com a sua saúde, reuniu aqui algumas dúvidas sobre o assunto com o intuito de desmistifica-la ou ratifica-la para você. Bora aê?

Gordura é a grande vilã da saúde

shutterstock


MITO. Para começar, o corpo humano é preparado para digerir e absorver carne e outros alimentos de origem animal, ricos em gordura saturada. Então não há necessidade de cortá-los sumariamente da sua alimentação. Em relação ao açúcar, principalmente o refinado, a história é outra. 

O açúcar pode causar problemas do coração, aumentar os triglicérides ~ gordura armazenada no corpo ~ e afetar a pressão arterial. Isso porque está ligado ao índice de colesterol LDL, o chamado colesterol ruim, produzido pelo fígado e transportado para o resto do corpo. 

O LDL pode entupir as artérias, diminuindo o fluxo do sangue. Por isso, está diretamente ligado ao desenvolvimento de doenças cardíacas. Portanto, é importante ficar atento ao consumo de açúcar, tá?

Vale ressaltar que existem gorduras maléficas ao organismo, como a trans, presente em produtos industrializados. Sem esquecer do sal, que causa uma série de complicações à saúde...

O colesterol alto pode ter fatores genéticos

shutterstock

VERDADE. Alguns casos de colesterol alto, infelizmente, não podem ser controlados com alimentação saudável e a prática de exercícios físicos. E uma das causas de alteração é o fator genético.

De acordo com a Associação de Hipercolesterolemia Familiar (AHF), ela afeta uma em cada 200 pessoas, eleva o índice desde o nascimento e não tem cura.  A doença, também conhecida como colesterol alto familiar ou colesterol genético, se desenvolve por conta de uma anomalia no gene, que altera o funcionamento do fígado e impede que ele remova o colesterol do sangue, mantendo seu valor superior a 290 mg/dl (miligramas por decilitro). 

Como controlar o colesterol alto familiar? É importante que a pessoa procure auxílio médico ~ verificando, inclusive, a possibilidade de uso de medicamento ~ e faça dosagens constantes para verificar o nível de colesterol. Outra indicação é adotar hábitos saudáveis, como a prática de exercícios físicos e uma alimentação rica em fibras, com vários tipos de vegetais e frutas, desde a infância.

Obesos sempre terão índice alto do colesterol ruim

MITO. Nem todos os obesos têm colesterol alto, embora tenha causas parecidas com aquelas que desencadeiam o aumento nos níveis do LDL. A explicação para isso: fatores metabólicos e de distribuição da gordura fazem com que muitos indivíduos com excesso de peso não tenham colesterol alto. Somente esse fator, portanto, não é suficiente para definir o nível de colesterol. 

Em contrapartida, uma pessoa dentro do Índice de Massa Corporal (IMC) adequado, mas sedentário e com uma péssima dieta, têm mais chance de ter altos índices de colesterol ruim.

Colesterol HDL em excesso pode causar algum problema

freepik

VERDADE. Já falamos sobre o tipo LDL, certo? Agora vamos abordar o HDL, tido como colesterol bom. Ele retira o excesso de colesterol dos tecidos e das artérias, diminuindo a formação das placas de gordura. A partir do mínimo recomendado, em 40 mg/DL, o HDL será bom ao indivíduo. Em níveis acima de 100 mg/DL, contudo, os efeitos podem não ser tão desejáveis assim...

Premissa ratificada por um estudo publicado no European Heart Journal. Segundo a pesquisa, o colesterol HDL em níveis acima do normal pode ser desastroso. Homens com taxa entre 97 e 115 tiveram 36% mais chances de vir a óbito. Entre as mulheres, níveis superiores a 135 aumentariam em 68% os riscos de morte.

Tudo em excesso ou falta é prejudicial e isso cabe também ao colesterol bom. o/

Colesterol ruim deve ser totalmente reduzido

shutterstock

MITO. Como acabamos de explicar, o excesso e a falta são perigosos quando o assunto é saúde. Dessa maneira, os níveis de colesterol HDL e LDL devem ser controlados a uma taxa considerada normal. Nada de reduzir além da conta, até porque, como posto no início deste texto, o colesterol possui muitas funções importantes em nosso corpo.

Ter colesterol alto é ruim, mas níveis muito baixos também. Estudos indicam, inclusive, que a falta de colesterol pode ocasionar problemas como a depressão ou cansaço crônico.

Colesterol alto só é controlado com remédio

freepik

PARCIALMENTE VERDADE. Remédio para colesterol alto não é receitado em casos que não estejam relacionados ao fator genético. Em outras situações, é recomendável tentar controlar as taxas com exercícios físicos e mudanças na alimentação.

Uma dica é incluir gorduras boas à sua dieta, que ajudam a diminuir o colesterol, mas precisam ser consumidas com moderação. Elas estão presentes no abacate, nozes, avelãs, margarina, óleos vegetais, azeitonas, castanha e amêndoas. É preciso controlar as taxas para toda a vida, mas só o especialista poderá avaliar a necessidade de medicação.

Conclusão: não procure logo de cara algum remédio para colesterol alto se a elevação na sua taxa for causada por má alimentação e péssimos hábitos. Invista na solução mais eficaz: mudar seu cardápio e suas atitudes! Portanto...

Hábitos saudáveis ajudam a controlar colesterol alto

freepik

MUUUUITO VERDADE. O Portal Boa Vontade não cansa de pontuar a importância de se ter uma vida saudável. Já listamos, por exemplo, os benefícios da prática de exercícios físicos e de uma dieta equilibrada para a saúde ~ física e mental ~ e aqui reforçamos o pedido de mudança: nunca é tarde para reavaliar nossas atitudes! o/

Inclua em sua agenda, por exemplo, um espaço para praticar algum esporte ou exercício ~ ou, se quiser, pode ir a pé ao trabalho e preferir subir escadas em detrimento do uso de elevador. Já é um começo! ~ e olhe com atenção àquilo que coloca em seu prato. Fast foods e industrializados devem ser cortados e substituídos por frutas, verduras e legumes.

shutterstock

Abandonar o tabaco e evitar o álcool também ajuda a manter a qualidade de vida. Lembrando que os seus malefícios vão muito além disso, como já discutimos em outras oportunidades. ;)

Então tá sabendo, né?

O colesterol alto é uma doença silenciosa e o seu diagnóstico ocorre somente por exames de sangue. Em um teste do nível de colesterol, caso sejam encontradas variações da taxa dessa substância, o tratamento deve acontecer o quanto antes. Entendeu a importância de um acompanhamento médico regular?

Após o diagnóstico ~ e mesmo como medida preventiva ~, a orientação, como dito anteriormente, mas é sempre bom pontuar, é de que o indivíduo pratique exercícios regularmente, mandando o sedentarismo para escanteio, abandone o álcool e o fumo, evite o estresse e preste atenção ao seu cardápio. Ah, e sem esquecer de tomar os remédios prescritos pelo doutor!

Shutterstock

Os cuidados com a saúde devem ser levados com muita seriedade. E muitos dos esforços dependem apenas de nós mesmos! Olhar com carinho para o nosso bem-estar físico, mental e espiritual é, acima de tudo, respeitar a vida. Como bem lembra o jornalista e escritor Paiva Netto em seu artigo O Armagedon à mesa: "Muita gente pensa que o Armagedom (Apocalipse, 16:16) se refere apenas à possibilidade de uma guerra nuclear, química, bacteriológica, cibernética. Mas o desrespeito à criatura humana, que nem mesmo pode defender-se no útero materno, é um Armagedom. O crime organizado é um Armagedom. O analfabetismo espiritual e material é um Armagedom. A implosão da família é um Armagedom. O avanço tecnológico sem o espírito de solidariedade social é um Armagedom. O fanatismo religioso é um Armagedom. O materialismo desbragado é um Armagedom. A fome é um Armagedom. O Armagedom está à nossa mesa: os vegetais cheios de agrotóxicos, as carnes repletas de antibióticos e hormônios. O Armagedom reflete-se nas águas poluídas dos oceanos, lagos, rios e, mesmo, fontes. Os flagelados da seca padecem um Armagedom. Sair às ruas para o serviço, o estudo ou a diversão, sem a certeza de um retorno tranquilo ao lar, diante da violência e da insegurança que por toda parte hoje se manifestam, o que é isso senão um Armagedom? A falta de Amor nos corações é um Armagedom. As pessoas ficam esperando o Armagedom, e ele já está aí..."

Sugerimos também outros textos de Paiva Netto, presidente-pregador da Religião de Deus, do Cristo e do Espírito Santo, sobre o assunto: 

Vilões do século 21

Inimigo silencioso

A frase é batida, mas cabe à situação: com saúde não se brinca nunca!
________________________________________________________
* Com colaboração de Caroline Infanti