Qual a diferença entre reciclar e reutilizar?

Nathan Rodrigues

15/02/2017 às 13h47 - quarta-feira | Atualizado em 16/02/2017 às 12h02

No manual do cidadão consciente, três "regras" estão por trás de qualquer atitude a ser tomada: reduzir, reciclar e reutilizar. Os "Rs" da sustentabilidade ajudam a criar uma relação mais harmônica entre o ser humano e o meio ambiente, de modo que o desenvolvimento econômico e social não seja prejudicial ao meio ambiente.

Os conceitos de reutilização e reciclagem, contudo, ainda colocam um ponto de interrogação na cabeça de muita gente. Há quem pense que eles são a mesma coisa. Não, não são. Há diferença entre reciclar e reutilizar.

Se você tem essa dúvida, fique tranquilo. O Portal Boa Vontade vai lhe ajudar com isso. Olhe só:

Reciclar

Arte: Elias Paulo
  

A reciclagem é o ato de transformar um resíduo em algo novo. Ao colocar o material num novo ciclo de produção, dá-se nova vida a ele. O que era considerado lixo, é transformado e volta como um novo produto para a casa das pessoas. E não fica ali, na natureza, demorando anos e anos para se decompor.

Essa ação simples pode trazer uma série de benefícios, sabia? Separando os materiais recicláveis (plásticos e metais, por exemplo) de nosso lixo e enviando-os a cooperativas de reciclagem, ajudamos a diminuir a quantidade de resíduos que vão parar nos lixões e geramos renda para várias pessoas, além de contribuirmos para a diminuição da demanda por matéria-prima.

Shutterstock

Reutilizar

Na reutilização ~ ao contrário da reciclagem ~ o material não entra em um novo ciclo de produção. Ele é usado para outros fins como forma de combater o desperdício. Sabe aquele papel usado? Pode virar bloco de rascunho. A roupa ou o calçado que você não usa mais? Podem cair bem em outra pessoa.

As vantagens disso? Ao reaproveitar materiais, colaboramos com a gestão do lixo, já que daremos outra função para os resíduos em vez de descartá-los, e na redução da exploração de recursos naturais. Notou a diferença entre reciclar e reutilizar? ;)

E aí, #BoraMudar?

Para mudar o mundo, precisamos, primeiramente, mudar o ser humano. E o primeiro passo para isso é refletir sobre nossas atitudes e abandonar certos hábitos, adotando outros que sejam mais sustentáveis, como RECICLAR e REUTILIZAR.


Comece separando o lixo de sua casa e procure em seu bairro cooperativas de reciclagem, organizações não governamentais ou empresas que realizem algum trabalho socioambiental. Essas instituições e grupos estão sempre de portas abertas para trabalhos voluntários. O site do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) oferece uma lista de entidades ambientais que realizam esse trabalho.

Outra opção é fazer aquela limpa em seu guarda-roupa e doar as peças que você não usa mais, assim como calçados. Há uma série de entidades que recebem esses itens e os enviam para quem precisa.

Parceira do meio ambiente

O pensamento sustentável deve ser adotado por qualquer pessoa, independentemente da idade. Por isso, a Legião da Boa Vontade realiza, em suas unidades socioassistenciais, um importante trabalho ambiental, pois entende a importância de valorizar o tema e da urgente necessidade de mudança de comportamento.

Vivian R. Ferreira
  

Há mais de seis décadas, a Instituição promove palestras, oficinas lúdicas e atividades práticas sobre a importância de preservar o meio ambiente para crianças, jovens, adultos e idosos. Todas essas ações são pautadas na tese vanguardeira do diretor-presidente da LBV, José de Paiva Netto, que afirma: "A destruição da Natureza é a extinção da Raça Humana".

Aprendeu a diferença entre reciclar e reutilizar?