Coral Infantil da LBV abrilhanta premiação da Comenda Zilda Arns

Diante de uma plateia composta por representantes das instituições homenageadas e parlamentares, os pequenos entoaram o Hino Nacional Brasileiro.

José Gonçalo

10/12/2019 às 18h59 - terça-feira | Atualizado em 11/12/2019 às 16h39

O Coral Ecumênico Infantojuvenil Boa Vontade, formado por crianças atendidas pela Legião da Boa Vontade (LBV) no Distrito Federal, participou, nesta terça-feira, 10, da abertura da 1a edição da Comenda Zilda Arns, no Senado Federal.

José Gonçalo

O Coral Ecumênico Infantojuvenil Boa Vontade, formado por crianças atendidas pela LBV no Distrito Federal, abrilhantou a cerimônia de entrega da Comenda Zilda Arns, no Senado Federal.

Diante de uma plateia composta por representantes das instituições homenageadas e parlamentares, e sob a regência da professora de musicalização Nádia Preda, os pequenos entoaram o Hino Nacional Brasileiro e a Música Legionária "Semeie a Paz".

Vale destacar que esta foi a primeira que vez que um coral infantil apresentou-se no Plenário do Senado.

A Comenda Zilda Arns foi instituída pelo Senado Federal para agraciar pessoas ou instituições que desenvolvam ações e atividades destinadas à proteção da criança e do adolescente. Entre as personalidades e organizações que receberam a Comenda estavam Alice Kuerten, presidente do Instituto Guga Kuerten; o médium Divaldo Franco; e o Hospital Pediátrico Pequeno Príncipe, de Curitiba/PR.

José Gonçalo

Flávio José Arns, Senador da República, professor e sobrinho de Zilda Arns e de Dom Paulo Evaristo Arns.

“Costumava chamá-la de tia Zilda, era irmã do meu pai, irmã de Dom Paulo Evaristo. Há 36 anos, ela começou a Pastoral da Criança, que atende ainda hoje um milhão de crianças, acompanha 160 mil voluntários no Brasil. É uma homenagem bonita, há tanta gente boa no Brasil que se dedica à criança e ao adolescente, no sentido de ter vida plena, educação, saúde, assistência, casa e comida. Essa homenagem é para dizer: vamos todos em frente, mudando, trabalhando, dando o melhor de nós, para que a criança, o adolescente e a família tenham todas as condições de ter uma vida melhor”, disse o senador Flávio Arns, sobrinho de Zilda.

Sobre a apresentação do coro infantil da LBV e o trabalho realizado pela Instituição, destacou: "Foi maravilhoso, elas se saíram muito bem. Digo que é preciso incentivar, pelo Brasil todo, o esporte e as artes, a música, o teatro, a dança. São 70 anos de trabalho da LBV a favor desta área também, que continue firme nesta caminhada. A soma de todos nós é que vai dar aquele resultado que a gente espera de um país melhor".

Criada em 2017, a comenda leva o nome da médica Zilda Arns Neumann (1934-2010), sanitarista e pediatra que se destacou na ação social junto a populações carentes, atuando no Brasil e no exterior. Irmã do cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, foi fundadora da Pastoral da Criança, organismo da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que trabalha no desenvolvimento de ações de saúde, educação e cidadania com foco no bem-estar infantil e materno.