Leitores destacam literatura ecumênica do escritor Paiva Netto

Durante a 18ª Bienal Internacional do Livro do RJ, os títulos do escritor despertaram o interesse de muitos leitores que foram ao Riocentro.

Simone Barreto

08/09/2017 às 21h51 - sexta-feira | Atualizado em 11/09/2017 às 11h04

Os best-sellers do escritor Paiva Netto, estudioso dos temas bíblicos há mais de seis décadas, têm oferecido aos seus leitores uma valiosa e original perspectiva para elucidar questões da vida humana pelo prisma da Espiritualidade Ecumênica. Suas publicações já foram traduzidas para mais de 25 idiomas, além de textos em braile, e estão entre as mais vendidas em eventos literários.

Humberto Moraes
SÁBADO, 2 — Livros do escritor Paiva Netto em destaque. E agora, qual escolher? A nossa dica é: todos!

Durante a 18ª Bienal Internacional do Livro, no Rio de Janeiro, que terminou neste domingo, 10, o livro Como Vencer o Sofrimento, uma coletânea de reflexões e pensamentos, despertou o interesse de muitos leitores que foram ao Riocentro. Os outros volumes da coleção O Apocalipse de Jesus para os Simples de Coração ~ As Profecias sem mistérioSomos todos ProfetasApocalipse sem medo, Jesus, o Profeta Divino e Jesus, a Dor e a origem de Sua Autoridade ~ também caíram no gosto do público. 

A Super Rede Boa Vontade de Comunicação (Rádio, TV e Internet) conversou com alguns desses leitores que foram à maior Feira Literária do Brasil para prestigiar o autor. “Paiva Netto nos traz conforto e esclarecimento que tanto precisamos no dia a dia para vencer as dificuldades e problemas", comentou a senhora Virgínia Alves de Lima. E completou: "Os ensinamentos vêm de forma prática, no âmbito espiritual. Através de meus pais adquiri esse conhecimento de colocar as coisas boas em prática, fazer o bem e procurando ler coisas boas que nos engrandece, nos eleva e nos traz o fortalecimento espiritual e moral”.

“O que mais admiro na literatura do escritor Paiva Netto, como educador, é que diante do atual cenário de dores, lutas, o livro Como Vencer o Sofrimento mostra não só os fatos, mas como vencê-los, como superar as dificuldades do dia a dia. Ele sabe como falar, como esclarecer e confortar os seres humanos, mesmo diante das adversidades", afirmou Orlando dos Santos

18ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro

Foto: Amanda Ferreira

Luis Fernando Ribeiro adquiriu a obra para presentear amigos de comunidades estrangeiras. Sobre o título, ressaltou: “O que o Paiva Netto escreve é sempre algo de bom em benefício da sociedade. Hoje comprei o livro Como Vencer o Sofrimento e destaco a página em que ele cita a preocupação com o bem-estar, é fantástica! Ele conclama a agnósticos, religiosos e ateus a enxergarem que o bem estar é fundamental para fazermos parte dessa corrente fraterna na caridade. Sou fascinado por essa literatura. Ele vai para meus amigos das comunidades chinesa, americana e judaica. Esse é um privilégio".

O leitor Rafael Miranda esteve na Bienal e aproveitou para levar a filha Gabriela, de 10 anos, estimulando desde cedo o gosto pela boa leitura ecumênica. “Ela me faz bem porque traz todo um conhecimento espiritual que o mundo tanto carece e nos esclarece para vivermos o nosso dia a dia de forma mais branda e esperançosa, nos reequilibrarmos diante de tantas situações difíceis. Essa leitura nos traz equilíbrio, paz para que saibamos lidar com situações adversas em que a humanidade se deprime, se estressa e fica desacreditada do país ou nas suas expectativas como ser humano."

"O escritor Paiva Netto vem buscar o melhor da nossa essência para que possamos nos reconstruir e nos libertar de todas essas dificuldades, olhando sempre para o Alto e para frente, de forma ecumênica, respeitosa e fraterna”, finalizou.