Estudo mostra que Brasil tem maior diversidade de árvores do planeta

Da redação*

06/04/2017 às 13h53 - quinta-feira | Atualizado em 19/04/2017 às 18h31

Olhem só, amigos, que notícia legal! Um estudo realizado pela Botanical Gardens Conservation International (BGCI na sigla em inglês), tendo como base os dados de 500 jardins botânicos ao redor do mundo, mostrou que o Brasil é o país com a maior biodiversidade de árvores do planeta (leia o estudo completo, em inglês). Show, né? \o/

De acordo com a pesquisa, publicada no periódico Journal of SustainableForestry, há 8.715 espécies de árvores no território brasileiro, o que corresponde a 14% das 60.065 que existem no mundo. A segunda posição é ocupada pela Colômbia, com 5.776 espécies, e a Indonésia fecha o pódio, com 5.142 tipos de árvores.

Shutterstock

A expectativa é que a lista seja usada para identificar espécies raras e ameaçadas e prevenir sua extinção.

Falando em preservação... 

O estudo trouxe luz à necessidade de se preservar o meio ambiente. Infelizmente, mais da metade das espécies (cerca de 58%) são encontradas em apenas um país e estão vulneráveis à ação devastadora do ser humano, como o desmatamento, e até pelo impacto de eventos climáticos extremos. Nesse caso, essa exclusividade pode ser um problema, entendem? Deste grupo, trezentos tipos foram considerados seriamente ameaçados, por terem menos de 50 exemplares na natureza.

Shutterstock
A pesquisa ressalta a importância de preservamos a Natureza, já que muitas espécies de árvores estão em extinção.

O secretário-geral da BGCI, Paul Smit, disse que, graças ao levantamento, foi possível estabelecer referências e coordenadas geográficas para as espécies de árvores, o que permite a conservacionistas localizá-las.

"Isso é muito útil para determinar quais devemos priorizar em nossas ações e quais demandam avaliações sobre a situação em que se encontram", afirmou.

#BoraAjudar?

E se você está se perguntando como podemos colaborar para que as matas, e consequentemente as espécias de árvores, sejam preservadas, o Portal Boa Vontade tem a resposta! Basta adotarmos ações simples e sustentáveis. Listamos cinco atitudes que estão a nosso alcance e, se adotadas, farão uma diferença e tanto:

Não jogar lixo na natureza;
— Comprar produtos feitos de madeira certificada;
— Comprar apenas palmito cultivado e registrado pelo Ibama ou órgãos devidamente responsáveis;
— Valorizar empresas que respeitam o meio ambiente;
— Evitar o consumismo excessivo e desnecessário.

Outra maneira de ajudar o meio ambiente é promover o replantio de algumas espécies. A própria pesquisa encomendada pela BGCI desencadeou esse tipo de ação! A Karoma gigas, nativa em uma remota região da Tanzânia, é uma das espécies em extinção identificadas pelo estudo. E foi encontrada, durante a pesquisa, apenas um único conjunto formado por seis exemplares.

Por conta disso, os cientistas recrutaram habitantes da área para proteger essas árvores e monitorá-las para que sejam alertados caso produzam sementes. Assim, as sementes poderão serão levadas para jardins botânicos da Tanzânia, o que abre caminho para sejam reintroduzidas na natureza depois.

Jonny César


Até porque, amigos, como bem lembra o jornalista, radialista e escritor Paiva Netto, "A destruição da Natureza é a extinção da Raça Humana". Em seu artigo "Conscientização hoje...", ele alerta: "Em geral, as criaturas se movem como se não houvesse amanhã. É preocupante, pois quando os efeitos da má semeadura chegam, o quadro pode ser irreversível ou acompanhado de imensos prejuízos".

Façamos a nossa parte, sim? #TamoJunto! o/
______________________________________________________________
* Com informações da BBC Brasil